Sobre holofotes e jornalismo

bolsonaro na guaiba

Atenções voltadas ao estúdio

A presença do deputado federal Jair Bolsonaro em Porto Alegre centralizou as atenções da imprensa local. Em 48 horas a capital gaúcha, Bolsonaro concedeu entrevistas a quatro das principais rádios jornalísticas de Porto Alegre, além de participar de evento na Assembleia Legislativa.

No estúdio Cristal da Rádio Guaíba, ele concedeu entrevista quase que cara a cara com a população, em pleno centro de Porto Alegre. Por óbvio, suas opiniões, para dizer o mínimo, polêmicas, causaram reações tanto pró quanto contrárias.

Dali o clima foi esquentando até chegar à Assembleia Legislativa, onde o deputado foi vítima de um “purpurinaço” e viu o quebra-pau acontecer a poucos metros de si, entre manifestantes cujos ânimos estavam se acirrando desde a véspera, quando o deputado chegou a Porto Alegre e recebido por uma pequena multidão.

Particularmente, discordo frontalmente de Bolsonaro em quase todas as suas opiniões em praticamente 100% dos temas abordados. Isso, no entanto, não me faz achar que a presença dele deveria ser ignorada, como defenderam uns quantos por aí. Concordo: não supervalorizada. Mas não foi o caso – seria se ele fosse a mais veículos de mesmos grupos de comunicação.

O argumento de quem acredita que o deputado recebeu muita mídia em Porto Alegre é de que ele é preconceituoso para baixo e que, por isso, não deveria receber atenção e tampouco cobertura jornalística. Deveria, simplesmente, ser ignorado devido a seus posicionamentos.

Só que jornalismo nunca foi entrevistar/dar mídia apenas a quem “é do bem”. Ainda que imparcialidade plena seja um mito de faculdade não significa que os profissionais não tenham que buscá-la. Entrevistar e, principalmente, tentar explicar o fenômeno Bolsonaro, um cara que almeja ser presidente da República, faz parte do jogo, mesmo que a missão seja lá indigesta.

Cabe ao jornalista tentar esclarecer fatos e pessoas. Especialmente atores do poder público, como é o caso de Jair Bolsonaro, um representante do povo brasileiro na Câmara dos Deputados.

ps: no dia seguinte à entrevista do Bolsonaro, a deputada Maria do Rosário foi ao mesmo programa da Rádio Guaíba;

ps2: Entrevistador de Bolsonaro, Juremir Machado publicou um texto após a entrevista. De certo não é com esta mídia que ele conta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s