Quer carona?

É aconselhável não se fazer isso, dirigir a moto com uma mão só pra segurar uma câmera com a outra, mas quem passa a vida inteira sem transgredir nenhuma regra? Eu não. Aí, para tentar passar ao máximo a sensação de se andar/viajar de moto a quem nunca foi, gravei dois trechos, oferecidos aí abaixo em ordem cronológica.

Primeiro, atravessamos a Puente Internacional General Artigas, que liga Paysandu, no Uruguai, a Colón, na Argentina – trecho que a gente falou aí embaixo. Após o pedágio, cruzamos o Rio Uruguay em pouco mais de dois minutos.

Olha aí:

Agora, a gente chega a Punta Ballena, na costa uruguaia. É lá que fica a Casapueblo, casa/hotel/museu/ateliêr do Carlos Paez Vilaró – local que a terá o seu devido post logo mais. De antemão, já recomendo: vale passar lá, especialmente ao fim da tarde. O pôr do sol compete bravamente com o de Porto Alegre pelo posto de mais belo do mundo. Pena que o vídeo não é nesta hora, mas dá pra ter uma ideia do quão legal é:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s