Pontos de vista, parte 2

   Já havia passado algumas dezenas de minutos com os dois naquele canto e ele nada. Apesar de todo o musical barulho em volta – e, ok, certa quantidade de álcool capaz de atrapalhar o raciocínio – ele ainda não tinha entendido o que ela lhe falava.
   É que era tão óbvio, mas tão óbvio, que a mensagem dela não saía pela boca. Tudo o que queria dizer, passava pela cor de mel do seu olhar. Só ele não percebia. Coitado.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Pontos de vista, parte 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s