Labirinto contrassenso

   Eterno viajante, sem sequer um porto seguro nem destino certo. Mesmo cansado de caminhar, segue. Busca por algo que não sabe bem o que é, mas que terá certeza quando encontrar.
   Melancolicamente feliz, continua seu caminho. Talvez seja errante, quiçá aventureiro. Vive. Entre o novo e o velho, se perde no presente. Confunde-se no agora, teimosamente incerto.
   Está num labirinto. Vai, volta; sobe, desce; à direita, à esquerda. Tudo termina sempre no mesmo lugar. No entanto, prossegue. Porque tudo termina. Sempre.
   Basta apenas achar o ponto certo.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Labirinto contrassenso

  1. Fala, mano. Estive filosofante a respeito da vida. Conclui que cada vez que vou ao shopping center da minha cidade eu morro um pouco mais. A aventura é algo mesmo vigoroso na vida. O mundo é muito grande, e a vida é muito curta.

    • Fala, Zé.
      Acho que, no fim, o que importa mesmo é ter uma boa história pra contar. Acredito que viver uma vida no shopping não é o melhor caminho…

      Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s