Reconciliação?

   Então depois de fazer toda a merda você vem, pede desculpas, e acha que vai ficar tudo bem. Acredita realmente que será possível apagar toda aquela degradação, tudo o que foi dito e o que não foi feito (quando deveria) com um simples pedido de desculpas?
   Com esse sorriso mais que amarelado, você chega e pede isso. Me pede isso. Meu bem… não seja cruel comigo, por favor. Você sabe que não é assim que as coisas funcionam, ‘esquecer-tudo-e-começar-de-novo’. Não sou um aparelho para ter reiniciar. E muito menos você. Ninguém muda de um dia pro outro.
   Faz tempo que o mundo já não é mais colorido. Que nós deixamos de ser perfeitos. Aquela época já passou, ficou em um passado que parece tão mais distante hoje.
   Aliás, por que isso aconteceu? Se completávamos um ao outro, a troco de que você mudou de ideia e alterou a direção para outro caminho? Para ter de se humilhar e chegar a este ponto?
   Não! Não quero declarações vazias, quero provas concretas. Provas concretas de que aquilo que um dia existiu permanece ainda. De que aquele desejo de outrora sobreviveu à rotina, à burocracia do tempo e da distância. De que viveu. Em ti e em mim.
   E não me olhe assim! Não quero essas suas lágrimas de hoje. Quero o você de ontem.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Reconciliação?

  1. Amigo, a tempo nçao passava por esse blog de boas sabedorias. Ótimo texto. Um abraço, e domingo tem gigante!

    Abraços,

    Matiello

  2. O que é a vida senão encontros, desencontros, merdas e perdões?
    hahahaha. Não soou muito bem essa frase inicial heim. Mas ah, nem vou apagar. Acho que toda a questão está em “completar um ao outro”. Isso porque ninguém completa ninguém, porque todo mundo é inteiro. Aí um inteiro com outro inteiro, dá dois inteiros. Que precisam se inteirar, se suportar, se afinar. E assim vai. Até mais 🙂

  3. Muito bom Galvão…

    Gostei mesmo, quem lê assim pensa que tu és um baita pecador. Eu como teu amigo tenho o dever de dizer que não passa de um ótimo ESCRITOR.

    ARQ. Tiago Trindade

  4. Vim espiar e acabei ficando… escrevi, dia 7/09, uma variação do mesmo tema lá no meu blog.

    Certamente voltarei!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s