A guardo

   Te esperei. Aguardei ansiosamente a tua chegada. Com carinho, preparei o teu jantar preferido, esperando tão somente um feliz sorriso em troca. Ainda pensei alguns minutos no que te dizer, para tentar ser o máximo agradável nesse cansativo anoitecer.
   Como demoravas, tratei de me distrair. Ouvi discos, li textos. Mas não adiantou. Todas as letras e conclusões acabavam por chegar logo a ti. Também fez bastante frio. Por isso mesmo achei melhor deitar, já ir esquentando a cama, para que não precisasses passar pelo desconforto o qual penei. Foi então que, sem querer, adormeci. Sozinho.
   Quando chegares, realmente, gostaria que me acordasse.

ps: o jantar ainda está servido à tua espera.

Anúncios

6 pensamentos sobre “A guardo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s