Da nostalgia dos grandes amores

   Fez dez anos que ela partiu. Uma década desde a última vez que a vi, minha avó. Minha doce, maravilhosa e amada avó. Já se passou um bom tempo. A ferida sarou completamente, passou a dor. Cicatrizou. Agora, o que fica é a saudade – e essa é eterna e inescapável. A nostalgia dos grandes amores.
   É imensurável a vontade de acordar só mais uma única vez criança para ter a visão dela segurando uma bandeja sob o Nescau quentinho e a torrada de bom dia. Desejaria tanto dar-lhe aqueles beijos que faziam cócegas – os quais por fidelidade nunca mais dei em ninguém, porque eram só dela, da minha avó.
   Apesar da minha fraca e desagradável memória insistir em não conseguir recordar todas as passagens junto a ela, ao menos, guardou – e com algum esforço – as melhores e as derradeiras. E elas remetem ao meu antigo refúgio de 70 e poucos anos, a um abraço apertado, a um ‘eu te amo’ sincero, de coração, de vovó.
   Também se lembra dela deitada, quietinha, na cama. Da vez quando passo por passo, adentrei a casa-refúgio. Cheguei ao quarto e a vi, coberta. Parei. Apenas avistei e deixei-a com seus anjos, dormindo. Descansava no seu antepenúltimo dia de vida. Ah, o beijo que mais me arrependendo de não ter dado.
   Eu tinha apenas 13 anos. Foi triste descobrir na prática que nem mesmo nossa família, nossos entes mais queridos não estão imunes à morte. Doloroso. Mas dessas lágrimas descobri o amor. E que o amor não tem tempo verbal. Amor é sempre presente. Mesmo dez (longos) anos depois.

Anúncios

12 pensamentos sobre “Da nostalgia dos grandes amores

  1. Cara, muito lindo esta declaração de amor e saudade a tua vó. A minha vó paterna é também a maior saudade e a melhor recordação. Apesar de ainda viva, mora em Curitiba e a vejo muito pouco.

  2. Textos como esse fazem a gente ter vontade de correr para os braços de todos que amamos e apertá-los bem forte, até quase esmagar.

  3. Adorei o texto Tiago. Perdi a minha vó na semana retrasada e me sinto assim como tu… lembrando só de coisas boas. Momentos bons que ela sempre me proporcionou. Um beijo da colega jornalista, Débora Bresciani.

  4. Tiaguito, fazia muito tempo que eu não vinha aqui, mas agora que tô de férias vim tirar o atraso. Nossa, quantos textos bons eu perdi. O do jornalismo então, nem se fala. Nem me prestei a escrever de tanta raiva, só escrevi uma resposta pra ZH sobre meu descontentamento com a idiotice que o David Coimbra escreveu na sua coluna esses dias…Enfim, saudades tuas não matadas ainda, pois dos teus textos já matei…Beijo grande!!!

  5. Muito bom o texto. Ao ler, lembrei da minha biza que viveu até os noventa e tantos… cuidei dela até quando pude… agora tento aproveitar o tempo que tenho com a minha vó, para ter saudade dos momentos que escreveste (até das comidinhas =])
    Beijo!

  6. Emocionante do texto mano.
    Enchi os olhos de lágrimas.
    Morro de saudades da nossa avó também.
    Tenho ctza q ela ta lá encima olhando por nós.
    te amo
    beijos

  7. Sei exatamente do que falas… pena que a minha ferida ainda não cicatrizou, como a tua! =(

    Beijos pequeno polegar!

  8. ah, eu não gosto de smiles amarelos, não sabia que no wordpress eles são feitos automaticamente após um dois pontos e um fecha parênteses. hehe.

  9. Tiago sobrinho querido
    Mais uma prova que tu és aquele cara sensível, aquele menininho que cresceu. Quase chorei ao lembrar da Dorva, e do que ela siginificou naquela família.
    E qto ao Jornalismo, o que eu acho, é que foi vingança destes politicos que estão incomodados com o trabalho que vcs têm feito oe não dando trégua pra corrupção.
    A Faculdade é como preparar uma receita, onde aos poucos se colocam vários ingrtedientes e depois vai para um forno que assa o aluno e só depois desta mistura, o profissional fica pronto com com o DNA modificado. É assim que tem que ser. O conhecimento é um ônus que deve ser tratado com muito respeito.
    Beio e abraço da tia Magda

  10. Pingback: Momento confessional nº 10 ou “no fim deu certo” « Telha do Tiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s