Madrugada

Ele acorda. Ela dorme
Ãhm?! Puuuuutz!!! O que ela tá fazendo aqui? Peraí, onde eu estou? Sabia que não deveria tê-la beijado. Ai, aqueles goles… Maldito sejas, Johnnie Walker.

Ele se preocupa. Ela continua a dormir.
Roupas no chão, lençóis sobre nós… Ah, o que eu vou dizer lá em casa? Nem quero imaginar o que os outros vão falar… Adeus boa reputação.

Ele (enfim) se lembra. Ela (dormindo) sorri.
Mas o que aconteceu ontem? Bebi, beijei, depois fomos para… ah, sim, sim… hmm… Foi tão bom. Putz, mas vai dar um rolo danado isso. Ah! Azar, isso só amanhã, deixa assim.
Tá tão bom aqui.

*Livre inspiração para o verso “Todo dia de manhã nostalgia das besteiras que fizemos ontem”.

Anúncios

7 pensamentos sobre “Madrugada

  1. Tá bom! Vai dizer que foi vítima daquele drinque cinderela?
    Quando é bom não há do que se arrepender, desde que no coma alcoolico alguém lembre da camisinha.O resto do mundo que sifu!
    Abração.

  2. Putz, me lembra de ler esse livro. Fiquei com vontade. Que lindo isso, não costuma dormir fora de casa? ó q fofo!!! Thiaguito, quando tu te dispõe a me ensinar violão, ando procurando um professor, mas lembrei que um amigo professor seria melhor ainda, só não pode ser caro!

  3. Cara, perdi as contas de quantas dessas eu já fiz. hehehe.

    Tem uma música que diz: “Se eu soubesse antes o que sei agora, ERRARIA tudo exatamente igual”

    Abraços!

  4. Fiz besteira sim! Mas quem não fez? Errar é bom, principalmente quando se faz achando que é a coisa certa. Pelo menos demonstramos convicção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s