Tomara que essa moda pegue

     Olha que tri!!! Essa campanha me fez passar por uma cena constrangedora na quarta-feira passada, 16, mas é muito legal e deve ser divulgada (e copiada) por aí. A “Leia e passe adiante” tem por objetivo fazer livros e revistas circularem por aí. Esses ficarão à disposição em determinados lugares e poderão ser pegos por qualquer pessoa. Gratuitamente e sem nenhum tipo de prazo de entrega.
     Não será preciso nada de cadastros ou contra-partidas. Apenas bom senso. Depois de ler, devolva e, se possível, traga um livro ou uma revista para adicionar ao estoque. É que nem a campanha que a MTV fez anos atrás: “Desligue a TV e vá ler um livro!” – só que melhorada. Espero que tenha sucesso. Eu mesmo participarei freqüentemente. Parabéns à Famecos e a Pucrs pela iniciativa.
     Ah, sim, a cena constrangedora… Como já tinha lido sobre a campanha no blog do Professor Necchi, vi ontem as caixas com livros no saguão da Famecos. Li também os cartazes “Começa dia 24”, mas não dei bola. Escolhi um livro que me cairia bem para um trabalho, peguei-o e, quando já ia saindo, uma moça veio me avisar que ainda não tinha começado… Fiquei como ladrão, mas tudo bem, faz parte.
     Para quem quiser saber mais detalhes, o site da campanha é esse: http://www.pucrs.br/famecos/leiaepasseadiante/.   

Anúncios

8 pensamentos sobre “Tomara que essa moda pegue

  1. bah, é essa parte do “bom senso” que me assusta. espero, espero mesmo!, que funcione…

    obs: atualizadin meu blog. nada de mais (nem de novo), mas atualizado.

  2. Ah, mas ladrão de livros é uma coisa nobre! Claro, depende dos livros que se rouba. (não que eu seja um, mas, pense bem, quem souba livros é diferente de quem rouba, sei lá, dinheir público, drogas..) Roubar livros, aliás, é quase uma forma de protesto! Mas aí eu já estou me empolgando demais e desmerecendo o britlhante projeto que tu descreveste, ehehe..
    abraço

  3. Muito boa essa campanha. Uma nova forma de sermos solidarios, cuidarmos de pertences que não são nossos (os livros retirados) e ainda difusão da literatura, seja ela qual gênero for!

  4. Eu conhecia o Livro Itinerante, e até tenho um amigo que achou um livro num banco de praça.

    Infelizmente, no Brasil, um livro ou qualquer outro objeto deixado em algum lugar é obra de um boca-aberta, e quem o acha é ou um esperto ou um bem-feitor que vai passar o resto da vida se orgulhando por tê-lo devolvido.

  5. tiago, eu também fiz isso hehe
    não te preocupa!

    sim, o tal bom senso. mas somos todos estudantes universitários e sabemos o que significa ter bom senso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s